01 fevereiro 2007

REGULARIZAÇÃO DO BAIRRO VARGEM GRANDE

Você sabe porque o seu bairro não recebe alguns tipos de serviços da prefeitura? Vargem Grande é considerado um loteamento irregular, sem projeto urbano e aprovação da Prefeitura. Apesar de irregular, ganhou posto de saúde, polícia, iluminação, escolas, abastecimento de água, limpeza, ônibus e pavimentação em algumas ruas. Hoje concentra a maior população da região, cerca de 30 mil pessoas.
O poder público vem fazendo um trabalho com o objetivo de regularizar o bairro Vargem Grande, protegendo as pessoas e, ao mesmo tempo, preservar esse patrimônio ambiental. Esse boletim informativo é o primeiro da série de informações sobre a regularização.
A regularização vai trazer benefícios para a sociedade geral e para o morador do bairro que poderá receber melhorias de alguns serviços já que hoje não é possível, devido à condição de irregular.
O objetivo da Subprefeitura de Parelheiros, a curto e médio prazo, é criar situações para que a região ganhe valor com a atividade do turismo na Cratera e nas áreas verdes do entorno, gerando trabalho e renda para grande parte da comunidade.
O crescimento desordenado e a redivisão dos lotes gera graves problemas relacionados às condições de moradia de grande parte da população, o que dificulta por um lado, o planejamento do poder público em oferecer melhores condições de transporte, saneamento e habitação e, por outro, a degradação do meio ambiente, prejudicando a produção de água, o que também dificulta a regularização do bairro.
A Prefeitura do Município de São Paulo, por iniciativa da Subprefeitura de Parelheiros, que recebe muitos pedidos da população local, decidiu esclarecer quais são os passos para a regularização e formular propostas para efetivá-la, sendo responsável pela coordenação e o entendimento de todos os órgãos de governo que têm alguma relação com o caso.

Várias medidas e trabalhos estão em andamento DESDE 2006

Em andamento
Definir o perímetro da área do loteamento.
Esclarecer o tamanho e perímetro da área adquirida pela UNIFAG, que iniciou o loteamento, qual é a área desapropriada para a construção do Presídio e a área destinada a fazer a compensação da área que foi ocupada irregularmente pelo loteamento.

Em andamento
Esclarecer os órgãos governamentais
sobre os procedimentos e conseqüências desta regularização, dentro do quadro atual, ou seja, considerando as legislações ambientais, especialmente o Código Florestal; as Leis de crimes ambientais, tombamento e a proteção aos mananciais; o Estatuto da Cidade; o Plano Diretor do Município; o Plano Regional Estratégico da Subprefeitura de Parelheiros e a Regulamentação das ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social).

Planejado
Iniciar um processo constante de comunicação e diálogo da subprefeitura com a comunidade,
de maneira ampla, detalhada e transparente, explicando como será todo o processo de regularização. Para que a conversa seja bem prática e objetiva, sugerimos que cada quadra eleja um representante e suplente, formando um Conselho de Representantes de Quadra que, juntamente com as associações do bairro, e outras, irão conversar com a subprefeitura.

Planejado
Será instalado um Posto de Informações
sobre o processo de regularização, que vai responder todas as perguntas dos moradores. Esse trabalho será acompanhado de um livro com toda a história para concluir o processo. O material estará disponível para todos moradores do Vargem Grande, associações, escolas e igrejas.

Atenção

Evite divulgar boatos ou informações sem fundamento, que prejudicam a comunidade. Se você tem alguma dúvida, busque a informação certa na Subprefeitura, no setor autorizado para esclarecer sobre a regularização.

Mais informações 5926-6500 ramal 6700 ou na Coordenadoria de Planejamento da Subprefeitura ParelheirosAv. Sadamu Inoue, 5252 – Jd. dos Álamos

2 comentários:

edineia disse...

sei, que importante preserva a natureza, mas vcs nao acham que estao prejudicando uma grande maioria que compraram seus lotes e pagaram por eles e que nao podem construir

nidia disse...

Espero que tudo que foi conquista do até aqui se multiplique e melhore a cada dia, pois também sou morador e aguardo anciosamente pela devida legalização do bairro.Tenho planos de construir um jardim com arvores, gramas, folhagens e outras plantas que possam contribuir para a preservação e atrair pássaros.Apesar de já existir algumas plantas pretendo trabalhar a estética e a organização.
Quando me mudei para esse bairro o meu lote era o ultimo lote habitado da minha rua e hoje existem várias casas depois da minha. Crescemos bastante e recebemos alguns beneficios também, mas precimos de muito mais para vivermos dignamente como uma espécie civilizada e sermos incluidos como cidadãos que moram em São Paulo Capital em condições humanas de sobrevivencia.
A iniciativa é boa e tem tudo para dar certo, digo em relação ao texto que li e faço agora esse comentario, sou otmista e acredito que vamos conseguir morar sem prejudicar ninguem nem muito menos a nós mesmos.
Luiz carlos morador a dezesseis anos neste bairro